© Texto de Lisiê Silva.

Metade de mim, te ama.

A outra metade, te odeia...

Você foi no início

 o meu verdadeiro amor,

E no final, uma grande ilusão.

Uma falsa expressão do Amor.

A minha subida ao paraíso

mas também a minha queda no abismo.

Metade de mim sonha contigo,

A outra metade, te expulsa de mim...

Você foi o meu sonho dourado

o Homem mais amado...

Hoje, eu lembro de suas mudanças,

 que me feriram os sonhos

e  esfriaram-me a Alma

deixando-me no vazio...

Metade de mim é desejo

a outra metade, solidão...

Porque eu já 0 amei demais,

enquanto você matava-me as esperanças:

Roubando-me o sorriso

desarmando-me de tudo

fechando o meu coração.

Metade de mim é paixão.

A outra metade, é razão...

Porque eu o queria como antes:

Meigo, doce, apaixonado,

o príncipe tão sonhado,

que chegou trazendo-me esperanças,

e se foi levando a minha alma.

Metade de mim te anseia.

A outra metade lembra do passado...

Porque eu sou pequena na defesa,

nas esquinas do mundo,

nos bons e nos maus momentos,

na profundeza do erro,

numa gota de felicidade.

Metade de mim sente saudades...

A outra metade,  já te esqueceu...

Porque restaram as lembranças,

 dos bons momentos...

Mas também ficou gravado em mim,

todo o sofrimento...

Hoje,  você quer voltar...

Metade de mim diz sim,

A outra metade diz não...

A metade que ganha, é a minha solidão.

Quando as duas metades de mim

 espelham-se na mesma decisão, e unem-se,

tornando-se apenas uma,

quando sabem que:

Jamais vou te amar como antes...

Autoria: Lisiê Silva.

Ago/2002

(Todos os direitos autorais são reservados à autora)

Deseja enviar esta página para alguém especial?

 

Envie esta página, Clicando aqui!

 

Voltar para a página Céu e Mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil.

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao Site Porto dos Sonhos e das Poesias

e sua autora: Sarah Rodrigues.

Imagem: Jim Warren

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.