Segredos da Páscoa

 

 


Muito antes de ser considerada a festa da ressurreição de Cristo, a Páscoa anunciava o fim do inverno e a chegada da primavera.

 


A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra "páscoa" - do hebreu "peschad", em grego "paskha" e latim "pache" - significa "passagem", uma transição anunciada pelo equinócio de primavera (ou vernal), que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março e, no sul, em 22 ou 23 de setembro.

 


De fato, para entender o significado da Páscoa cristã, é necessário voltar para a Idade Média e lembrar dos antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther -- em inglês, Easter quer dizer Páscoa.

 


Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres.

 


Estes antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.

 

Fonte: http://www.terra.com.br/almanaque/datas/index.htm

 

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Datas Comemorativas:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Créditos:

Música

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues.

Webmaster & Designer: Lisiê Silva