Humberto Rodrigues Neto

Ah... vem, “Estrela”, dá-me a tua mão,
galguemos as alturas do infinito!
Vem sopitar a ânsia em que me agito,
de me espraiar contigo na amplidão!

Fujamos deste orbe tão restrito,
que algema-nos cativos ao seu chão!
Ultrapassemos Júpiter... Plutão...
ah... vem flanar no vôo em que volito!

As nebulosas... Vês? Que lindo é tê-las
e assimilar-lhes essa estranha osmose
de escumilha e cristais em simbiose!

Luminárias de Deus! Nas mãos contê-las,
e valsarmos, depois, na apoteose
de um festival de cem bilhões de estrelas!

 

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Sonetos à beira-mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Crédito imagem: Thousand Images.com

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.