Miguel Russowsky

Papai Noel, se vens com a promessa
de me fazer feliz, é bom que a evites
Há mentiras que passam dos limites,
só tolos acreditam nesta peça.

Ó quem não vê!...Preferes as elites.
Tens horror à pobreza. Vai! Confessa!
Não crês em mim e o tempo anda depressa,
hoje não creio em ti. Estamos quites.

-Um bom Natal! - me dizes. Mas eu sigo
como se pecasse e por castigo
devesse me igualar aos condenados.

Papai noel, minh'alma está ferida!
Qual foi o meu pecado nesta vida?
Ser pobre e pecador são dois pecados?

Autor: Miguel Russowsky

(Direitos Autorais reservados ao autor)
 

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Sonetos à beira-mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Crédito Imagem: Getty Images.com

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.