© Soneto Solange Rech

 

 Ostento, há muito tempo, outro endereço,

Pois moro em tua essência, a teu convite.

Estar contigo é mais do que mereço,

É prêmio por meu mérito: segui-te!

 

 E, ao te seguir, achei o amor espesso

Que extrapola, de longe, o meu limite.

Nos poemas de paixão que eu hoje teço

Compenso o teu carinho e fico quite.

 

 Mudando de morada, como fiz,

Minha alma, finalmente, achou um lar

Pois junto a ti eu sempre estou feliz.

 

 Estranho corpo meu, antigo abrigo...

Como ele, assim vazio, consegue andar,

Se há muito tempo eu fui morar contigo?

 

Autor:  Solange Rech

- Direitos autorais reservados ao autor -

 (Sacerdócio Poético – 2004 – pág. 46)

 

 

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Sonetos à beira-mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Crédito Musical:

 

Crédito imagem: Getty Images

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.