© Soneto Nato Azevedo

 Sente-se Deus, completa criação,

tão infinitamente só que faz

um ser à imagem, mas a Adão

nem todo o paraíso o satisfaz.

 

 Este, mais solitário pede, então,

alguém que o complemente, um ser capaz

de ­ dando-lhe amizade e compreensão­

trazer ao coração amor e paz.

 

Assim surge o carinho entre dois seres:

mensagem que lhes fala sem dizeres

gesto amigo que a nós faz tanto bem.

 

Carícia é todo toque sem malícia,

momento de prazer, meiga delícia

entre as espécies amimais também.

 

 

Autor: Nato Azevedo

Todos os Direitos Autorais reservados ao autor. 

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Sonetos à beira-mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Créditos da imagem: Getty Images

Porto dos Sonhos e das Poesias

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues.

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.