Soneto Sarah Rodrigues

Na praia, debruçada em pensamentos,
no silêncio de um sonho quis do mar
o consolo das ondas e dos ventos
para conter a dor ao te encontrar.
Por que então reviver os sentimentos
se o coração procura não chorar?
Por que buscar no amor ressentimentos
se o próprio amor bem sabe perdoar?
Por que pérola-sonho, despertar-me?
Tens porventura um riso após o pranto,
e o teu amor, desejo de abraçar-me?
Por que pérola-sonho nos convida,
depois de tanto tempo, ao mesmo canto
se em outros desencontros foi-me vida?
Brasil/Belém-PA, 02 de maio de 2.004.
Todos os Direitos Autorais, reservados a autora.

Envie esta página, Clicando aqui!

Voltar para Sonetos à beira-mar:

Voltar para o Porto:

Voltar para o Porto dos Sonhos e das Poesias

Copyright © Sarah Rodrigues - 2004 - Belém - Pará - Brasil

Todos os direitos reservados / All Rights Reserved.

ao site Porto dos Sonhos e das Poesias.

e sua autora: Sarah Rodrigues

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.